Rede Vitória apresenta soluções de mídia para agências

Rede Vitória
15/06/2022 3:00

O evento Conexão Mercado trouxe ao Estado representantes das empresas Kantar Ibope e Spark.

No mês em que se comemora o Dia do Mídia, a Rede Vitória reuniu profissionais de agências de publicidade e propaganda para falar sobre a diversidade de soluções estratégicas de mídia oferecidas pela rede de comunicação. A discussão aconteceu no evento Conexão Mercado, realizado na manhã desta terça-feira, dia 14, no Cinemark, no Shopping Vitória, que teve como mestre de cerimônia o apresentador Michel Bermudes. 

Dando as boas-vindas, o diretor-executivo da Rede Vitória, Geraldo Vimercati, se revelou um apaixonado pela comunicação, setor onde ele atua há muitos anos. “Temos nos reinventado para sair na frente. Teremos uma TV 100% digital até 2023. Nossa grade regional já tem 7 horas diárias de programação local, sendo a maioria líder de audiência. O Folha Vitória é o maior jornal on-line do Espírito Santo. A gente trabalha para as agências terem onde se comunicar”, comemora Geraldo.

Diretor-executivo da Rede Vitória, Geraldo Vimercati.

Reforçando esse alcance, a especialista em Inteligência de Mercado, Tatianna Salles, apresentou os dados de audiência detalhados de todos os veículos da Rede Vitória, ressaltando que a TV Vitória foi eleita pela oitava vez a melhor TV regional do Brasil, ofertando sete programas jornalísticos e quatro realities. 

Em sua apresentação, a gerente Comercial Sudeste da Kantar Ibope Media, Gabriela Vitral, apresentou dados da recente pesquisa Inside Video, a qual apontou que 63% dos investimentos publicitários em 2021 foram feitos em vídeos e que a TV linear continua tendo forte presença nas casas brasileiras. “99,4% das pessoas assistem TV em Vitória, com uma média de quase cinco horas por dia, sendo os três principais gêneros o jornalismo, os realities e os esportes. A TV somente se fortalece a cada dia, se reinventando de acordo com os novos comportamentos que surgem”, explica a gerente. 

O founder e CEO da Spark, Raphael Pinho, lembrou em sua participação como o marketing de influência tem entrado cada vez mais nos planejamentos de mídia das organizações. “Essa tem se tornado uma das principais disciplinas de comunicação das marcas. A pandemia digitalizou os negócios e os influenciadores se tornaram grandes veículos de comunicação para fazer conexões reais com os consumidores. Quando a gente une estratégia, dados e tecnologia para falar com o público certo, da maneira correta, temos resultados efetivos. É isso que a Spark propõe”, esclarece Raphael. 

Desafio  

Para o presidente do Sindicato das Agências de Propaganda do Espírito Santo (Sinapro-ES), Alexandre Pedroni, o leque de opções de mídia representa um desafio, mas gera mais assertividade por conta dos dados disponíveis para a metrificação. “Isso nos auxilia tanto no planejamento estratégico quanto nos resultados que a mídia traz. São muitas novidades que surgem e uma vertente interessante é testar para errar rápido e barato e depois fazer um aporte maior na mídia que deu certo. Com as novas mídias, houve também uma democratização da comunicação e o número de anunciantes cresceu exponencialmente. A forma de se comunicar mudou, está mais rápida. Hoje até com um celular se consegue se comunicar com alguns públicos”, opina Alexandre. 

Painelistas do encontro Conexão Mercado.

Outro tema em alta que o evento trouxe para discussão foi o fim dos cookies, amado por uns e odiado por outros. Riadis Dornelles, COO da Premium Ads, esclareceu que a morte da ferramenta estimula uma reflexão. “A sociedade terá que pensar muito sobre os benefícios que se tem dando uma informação pessoal”, sugere Riadis.  

Durante o Conexão Mercado, os convidados também tiveram a oportunidade de conhecer mais sobre o Hugb, o hub de inovação do Grupo Buaiz, liderado por Américo Buaiz Neto. O CEO contou que a expectativa é que a iniciativa contribua com o ecossistema do Estado, focando em colaboração, desenvolvimento de soluções para desafios reais, cocriação, inovação aberta e investimento em startups. 

A finalização do encontro ficou por conta da superintendente Comercial e de Marketing da Rede Vitória, Giselle Alves, que apresentou orgulhosa seu time de trabalho e anunciou para o final de junho a retomada da realização da tradicional Festa do Mídia. 

O mercado com a palavra 

Na avaliação de Leonardo Laruccia, diretor Comercial da WL Connections, o evento é uma oportunidade de voltar a conviver com outras pessoas de forma presencial e o conteúdo foi relevante. “A gente vive uma era de constante evolução. É importante a gente conhecer as métricas de mídias tradicionais e das mais novas para as nossas estratégias. É interessante saber que a Rede Vitória se movimenta para entregar além do tradicional. Quanto mais fomentar a inovação, melhor para o mercado, a agência e os nossos clientes”, revela Leonardo.

Outro profissional que aprovou a iniciativa foi o Yuri Reis, head de Marketing e E-commerce do Grupo Arpoador, que administra a Santa Lúcia Drogarias e a Ultrafarma. “É sempre maravilhoso quando o mercado se comunica e traz tendências e números. Isso fortalece a relação e a forma como a gente lida com a mídia, isso nos dá mais segurança”, explica Yuri.

Para Andi Nascimento, mídia da Ampla, ter acesso aos dados do mercado e do Kantar Ibope é muito importante. “Foi um mix de informações bem bacana. Isso nos ajuda a traçar a estratégia de investimento dos clientes de forma mais assertiva”, fala Andi. 

Já Marlon Pagoto, planejamento e mídia da Chuva Comunicação Viva, enfatizou a importância de trazer as novidades do mercado. “A Rede Vitória tem procurado inovar, integrando os meios com um trabalho multicanal. É um grande desafio conseguir integrar as mídias de forma consistente, mas é importante levar essas soluções diferenciadas para o cliente. Isso engradece também o nosso trabalho”, finaliza Marlon.

Veja mais informações e galeria de fotos aqui.